É importante seguir os padrões de navegabilidade “web” a que o utilizador está habituado, mas a criatividade continua a ser uma peça fundamental para o sucesso de um site ou aplicação. O site é um elemento importante da marca, tendo em conta o número de pessoas que utilizam a internet. Quanto mais importante for a marca para um determinado negócio, mais relevante é o conceito de imagem e, por inerência, a necessidade de um web design único, original e sem paralelo. Vejamos algumas ideias para conseguir um web design criativo.

Não esquecer a usabilidade

Será que o menu pode ficar organizado na vertical, em vez da horizontal? Será que o menu pode ser aplicado sobre uma imagem de fundo sem se perder visualmente? Será a utilização de imagens de grande resolução importante, tendo em conta o assunto do website e o interesse dos utilizadores? Valerá, assim, a pena, apostar numa galeria de magníficas imagens que inspire o utilizador a continuar a navegar?

Se a resposta a perguntas como estas for positiva, é possível criar um site bastante criativo e original, que vá ao encontro do que se pretende mas sem pôr em causa a usabilidade. É fundamental não esquecer que o site deverá ser acessível através de diversos formatos (browser, computadores, o ambiente mobile, etc.) e que o conceito deverá funcionar em todos eles.

Pensamento lateral

De forma genérica, o pensamento lateral é a capacidade de pensar de forma diferente do esperado, do padrão médio ou de ir além das soluções tipicamente aplicadas a um determinado problema.

Ir além do código

Estreitamente associado ao princípio anterior, este princípio “obriga” o web designer a não se sentir preso aos limites colocados pelo HTML, CSS ou outros recursos de código utilizados. O objetivo é conseguir uma excelente ideia, em termos de criatividade, originalidade, adequação aos objetivos do site, etc. E só então investir no tipo de código que será necessário para implementar essa ideia.